Have you met METZ?

MO The Glockenwise + METZ 27 Have you met METZ?

A terça de Carnaval, no Porto, assinalou a passagem de um autêntico furacão vindo do Canadá. METZ estrearam-se em terras lusas no Plano B, em noite bem aquecida pelos barcelenses The Glockenwise.

MO The Glockenwise + METZ 10 Have you met METZ?

Como seria de esperar, The Glonckenwise abriram a noite  para um publico a meio gás. De novo ouviram-se algumas músicas do futuro sucessor de Building Waves, tendo sido o single “Time to Go” o alvo de maior atenção. Provaram, uma vez mais, que estão à altura destes eventos, com uma forte presença lá em cima.
Logo de seguida, não se fizeram esperar: METZ tomaram conta de um palco que se iria tornar pequeno para tanta capacidade.

MO The Glockenwise + METZ 25 Have you met METZ?

Devidamente avisados por Alex Edkins, o inquietante líder dos METZ, com apenas um registo de estúdio na bagagem, a banda proporcionou um concerto intenso mas naturalmente curto, à volta dos 45 minutos, marcado por algumas pausas enquanto os rapazes decidiam o que tocar a seguir – o Grunge não morreu, mas os alinhamentos parecem ter os dias contados. Caso para dizer que não faltou nada. Tocaram tudo o que tinham, e, no fim, apetecia-nos suplicar por mais.

Temos dúvidas se alguém tocou mais alto naquela casa, estes estarão certamente no pódio. Acordam um morto. Esta vontade de se fazerem ouvir aliada à intensidade que envolve cada execução, uma entrega total à performance, seduz. E note-se que nada tem de arbitrariedade, pelo contrário, há muita objectividade e sentido no trabalho destes canadianos. Querem soar como soam. E soam incrivelmente bem!

Destaques para “Headache”, que teve participação da plateia a pedido – a sério, não era preciso pedir –, “Wasted”e “Wet Blanket”, com guitarras que nos provam como as tags enganam: aquilo é um garage-rock forte, bem cozinhado, com voz importada de outras águas. E, the last but certainly not least, “Rats”, que colocou um convincente e inadiável ponto final no concerto.

Resta-nos esperar pelo Optimus Primavera Sound para repetir a dose. Queremos ser atingidos outra vez.

Produção: Amplificasom
Fotografia: Miguel Oliveira
Texto: Rafael Corte Real

Leave A Comment

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers: