Reportagem Noites Ritual Dia 1

A vigésima edição do festival Noites Ritual, no Porto, apresentou um dos cartazes mais conseguidos da sua história recente, não se tratasse de uma data celebrativa, de um evento que aparenta persistir no tempo mais pelo empenho da sua organização do que pelos eventuais apoios que recebe. Houve quem o reconhecesse.

crw 76861 Reportagem Noites Ritual Dia 1

Dan Riverman

Contrariando o sentido das últimas edições, este ano voltou a bilheteira, em modo low cost. A primeira banda a pisar o palco principal, Linda Martini, deparou-se com um público ansioso por se livrar de alguma indignação vinda do Mónaco. Apresentados como “rock/alternativo, com travo a Sonic Youth”, os Linda Martini voltaram a proporcionar um concerto com uma intensidade difícil de igualar. Set-list dividida pelos dois LP’s editados, “Olhos de Mongol” e “Casa Ocupada”, “Dá-me a Tua Melhor Faca” foi o tema escolhido para iniciar a actuação. Quem já os viu conhece a adesão – por vezes, pura rendição – do público durante os concertos. Foram raras as vezes que André Henriques cantou sozinho, “Amor Combate” ou “Nós os Outros” são bons exemplos. O melhor estava guardado para o fim. Na noite de despedida de dois elementos do staff, o baterista Hélio Morais dedicou-lhes os últimos temas. “Cem Metros Sereia”, que fechou o alinhamento, teve direito a invasão de palco de quem se despedia, que terminou num assalto ao microfone da baixista Cláudia Guerreiro e um interminável “sing along” da plateia, cumprindo a nobre missão de silenciar,
por momentos, o speaker do festival. Um concerto que ficara na memória de
todos.

crw 79101 Reportagem Noites Ritual Dia 1

Linda Martini

Enquanto o palco se transformava para receber X-Wife, fomos até ao palco Ritual ouvir o hit de Verão dos We Trust. Seguimos o conselho de “Better Not Stop Moving” e voltamos ao palco principal, aguardando que Rui Maia regressasse para mais e melhor.

mg 91791 Reportagem Noites Ritual Dia 1

Apetece dizer que ao fim de quase dez anos de carreira e quatro álbuns, só não reconhece o trabalho de X-Wife quem não percebe nada disto. Foi visível a segurança e maturidade com que a primeira banda indie do Porto se apresentou em palco, com o recente “Infectious Affectional” a merecer destaque no alinhamento. Foi recorrente ouvir de João Vieira, vocalista, agradecimentos e elogios às bandas que partilhavam a noite com os X-Wife. Hélio, dos Linda Martini, foi um dos visados, embora tenham sido os ZEN a merecer maior atenção. Apesar de um alinhamento muito equilibrado e sem momentos baixos, sucessos comerciais como “On the Radio”, “Keep On Dancing” ou “Fireworks”, obtiveram excelente receptividade do público. Três meses depois do lançamento do ultimo álbum, e de terem passado por festivais de gente grande (Primavera Sounds, note-se), os X-Wife ganharam a noite, no seu regresso ao Noites Ritual.

crw 79621 Reportagem Noites Ritual Dia 1

X-Wife

mg 92351 Reportagem Noites Ritual Dia 1

Guta Naki

     ZEN. O que se está a passar à volta desta banda portuense é a prova de que, na música, quem tem qualidade não é esquecido. Após anos sem tocar, os ZEN regressaram aos palcos em Junho, para um concerto memorável na sala 1 do Hard Club. Diz-se que a ideia seria um concerto de reunião, mas rapidamente surgiram novas datas. Estiveram no Barco Rock Fest, em Guimarães, antes de se deslocarem aos Jardins do Palácio de Cristal para fechar o primeiro dia do Noites Ritual. Podíamos resumir o último concerto da noite com a expressão “partiram tudo”, mas os ZEN merecem mais. Três músicos talentosos juntam-se a Gon, que, podem ter a certeza, é dos melhores frontmans que andam por aí. Um Iggy Pop do Funk. Estiveram em alta durante quase toda a actuação. Foi preciso projectar o vocalista no crowd surfing para lhes desligarem a ficha por uns minutos. Voltaram à carga, sempre com um entendimento musical que engana os mais distraídos. Terminaram o set com dois sucessos “que ninguém conhece”, informou o Gon. Eram “Not Gonna Give Up” e “UNLO”. Ponto final de excelência, numa noite que deixou sem argumentos quem desconfia da música portuguesa.

mg 93181 Reportagem Noites Ritual Dia 1

ZEN

[slideshow]

Fotografia: Miguel Oliveira ; Texto: Rafael Côrte-Real

Leave A Comment

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers: